16.8.17

OS MOMENTOS MAIS FODÁSTICOS DO TOM CRUISE IMPOSSÍVEL



EXPLOSÃO NA PONTE (MI3)
O filme mais fraquinho da franquia, tem um vilão legal, mas ele não combina com o restante do filme, sequer rola uma química entre ele e o herói. A cena da ponte foi parar no trailer, Cruise é jogado em cima de um carro pela onda de choque. A explosão aconteceu lá atrás e o cara foi jogado para a esquerda, tem problema?


FACA NO OLHO (MI2)
Havia um mecanismo no cabo da faca, fazia com que ela parasse a poucos milímetros do olho do ator, desde que o cara ficasse completamente imóvel. Quem quase morreu, de preocupação, foi o diretor John Woo, que não queria fazer essa cena, mas o ator insistiu.
 


PENDURADO (MI2)
Mesmo filme, outra cena arriscada. O diretor estava suando, Tom estava se divertindo. O ''balé'' do cara durante a escalada foi plagiado por muita gente, até por Homer Simpson.
 


SALTO DA MORTE (MI3)
É, esse terceiro filme vale a pena pelas cenas de ação. Aqui não há dúvidas, a sequência começa no rosto do ator, a câmera se afasta e pega o cara correndo até a borda do prédio e aí ele salta no vazio.
 


OUTRA ESCALADA (MI4)
Desta vez no prédio mais alto do mundo. Essa cena super mexeu comigo, eu vi o filme em IMAX. Só voltei a respirar quando o cara voltou pra dentro do prédio.


VIAJANDO NA TERCEIRA CLASSE (MI5)
Essa sequência incrível foi filmada oito vezes, um erro do piloto e o ator morreria. Também foi parar no trailer.

Última hora - Tom Cruise quebrou o tornozelo ontem, durante as filmagens (agora paradas) de MI6.
 

JASON LEWIS, LIDE COM ISSO


12.8.17

MOMENTO MUSICAL

MEU PAI NÃO TEM ESSE CORPINHO

 STEVE CARELL







POR ONDE ANDA ESSE FILME?


Já existe até blu-ray lá fora, eu me contentaria com o dvd. Eu tinha esse filme em vhs, gravado da tv, mais um crássico da Sessão da tarde. Eu adorava ver Shelley Long e Bette Midler juntas neste filme de 1987.
Em QUE SORTE DANADA, Shelley está fazendo um teste para um papel quando Midler aparece no local querendo usar o telefone, faz o maior barraco, e depois resolve fazer o teste também. As duas se tornam rivais. Fica pior quando descobrem que estão namorando o mesmo cara (Peter Coyote). Mas ele está desaparecido. Seu corpo pinta no necrotério e as duas vão até lá. Aí percebem, pelo tamanho do pênis, que o cadáver é de outra pessoa. Elas começam a investigar juntas. O namorado é um agente duplo com um plano terrorista. Agora elas estão em perigo, precisam alertar a CIA e frustrar os planos do cara.
Típica comédia com ação dos anos 1980, saudades desse gênero.
 

em cartaz - VALERIAN E A CIDADE DOS MIL PLANETAS



Muito legal ver o Luc Besson voltando pro gênero FicçãoFantasiaFigurinosFabulosos. O filme é baseado numa HQ dos anos 1960, mas Besson o colocou no mesmo universo de "O quinto elemento", aqui e ali você pesca algumas referências. E, graças a tecnologia atual, o filme é um espetáculo visual (com um pé no passado, alguns aliens são bonecos, e nem dá pra dizer o que é real e o que é cgi). Todo esse capricho nos efeitos especiais teve um preço, o diretor esqueceu de dar atenção pro elenco humano. Os alienígenas digitais são muito mais simpáticos e divertidos que o protagonista.
 



No século 28 muitos humanos vivem na cidade dos mil planetas. No começo era só a nossa velha estação internacional, ela começou a receber gente demais e depois aliens demais. Deixou a órbita da Terra e foi pra bem longe. Várias espécies vivem nesse planeta artificial. O major Valerian e a sargento Laureline acabam de voltar de uma missão. O comandante (Clive Owen) lhes conta sobre um perigo, desconhecido, que está ameaçando toda a cidade. Não se pode reclamar da trama, se trata de um mistério bem amarrado, digno do Scooby-Doo. E acontecem várias coisas no filme, ele tem apenas duas horas, mas parece ser bem mais longo. Na verdade, poderia ser mais curto - toda aquela sequência com a cantora Rihanna poderia ter sido deixada de lado, ela é o Jar Jar do filme. Esqueça os humanos e curta o restante da obra.
 













FICHA TÉCNICA

TÍTULO ORIGINAL: valerian and the city of a thousand planets
ANO: 2017
PAÍS: frança
DURAÇÃO: 2h 17min
DIRETOR: Luc Besson
ELENCO: Dane DeHaan, Cara Delevingne, Clive Owen, Rihanna e Ethan Hawke
ESTREIA BR: 10 de agosto