12.12.17

CHP 10 ANOS


Wow, não passou pela minha cabeça chegar tão longe. Gostaria de agradecer a Paula (por onde anda?) por ter me ajudado tanto no começo. Fiz novos amigos e visitei o nordeste por causa deste blog, duas vezes, e arrumei um namorado por lá, que agora tá morando aqui. O blog pegou o finalzinho da saga do Harry Potter e o início do universo cinematográfico da Marvel (e Crepúsculo também, blé). O surgimento do blu-ray e a volta do 3D, do Indiana Jones, Jurassic Park e de Star Wars. A era dos reboots e dos remakes de seriados de tv dos anos 1980/90 (isso ainda não acabou). E que tal o desafio do balde de gelo? O blog também viu as piores audiências da história do Oscar, tirando aquela com a Ellen que foi demais.
Cara, dez anos. Eu não sabia mexer num blog, nem escrever num teclado (com mais de dois dedos), foi tudo na base da tentativa e erro. No início pensei em dez postagens, aí montei o blog (até que foi bem simples), postei tudo rapidinho. Depois cruzei os braços. E agora? Será que vou pensar em mais alguma coisa?
 
Se possível, deixe um comentário dizendo em que ano você aterrissou no CHP, você se lembra?
 

11.12.17

FUCK YEAH, FLASHBACK!

ALEC BALDWIN, 1994
 

LUKE, NENHUM MOTIVO


PRIMEIRA IMPRESSÃO

OS INCRÍVEIS 2
(2018)


QUEER EYE FOR THE STRAIGHT GUY
(o reboot da Netflix)
 

ANATOMIA DE UM POSTER

Novidade, ela não está de costas
 

ARMIE HAMMER, LIDE COM ISSO




trailer - JOGADOR Nº1

GLOBO DE OURO 2018


CINEMA

Melhor filme dramático
A Forma da Água
The Post: A Guerra Secreta
Dunkirk
Três Anúncios para um Crime
Me Chame pelo Seu Nome

Melhor filme cômico ou musical
I, Tonya
Lady Bird: É Hora de Voar
Corra!
Artista do Desastre
O Rei do Show

Melhor diretor
Guillermo Del Toro – A Forma da Água
Martin McDonagh – Três Anúncios para um Crime
Christopher Nolan – Dunkirk
Steven Spielberg – The Post: A Guerra Secreta
Ridley Scott – All The Money In The World

Melhor ator – drama
Thimothée Chamalet – Me Chame pelo Seu Nome
Daniel Day-Lewis – Trama Fantasma
Gary Oldman – O Destino de uma Nação
Tom Hanks – The Post: A Guerra Secreta
Denzel Washington – Roman J. Israel, Esq

Melhor ator – comédia ou musical
James Franco – O Artista do Desastre
Daniel Kaluuya – Corra!
Hugh Jackman – O Rei do Show
Steve Carrel – Batalha dos Sexos
Ansel Elgort – Em Ritmo de Fuga

Melhor atriz – drama
Jessica Chastain – A Grande Jogada
Sally Hawkins – A Forma da Água
Frances McDormand – Três Anúncios para um Crime
Meryl Streep – The Post: A Guerra Secreta
Michelle Williams – All the Money of the World

Melhor atriz – comédia ou musical
Judi Dench – Victoria & Abdul
Margot Robbie – I, Tonya
Saorsie Ronan – Lady Bird: É Hora de Voar
Emma Stone – Batalha dos Sexos
Helen Mirren – The Leisure Seeker

Melhor ator coadjuvante
Armie Hammer – Me Chame pelo Seu Nome
Richard Jenkins – A Forma da Água
Sam Rockwell – Três Anúncios para um Crime
Willen Dafoe – Projeto Flórida
Christopher Plummer – All the Money in the World

Melhor atriz coadjuvante
Laurie Metcalf – Lady Bird: É Hora de Voar
Alisson Jenney – I, Tonya
Mary J. Blige – Mudbound: Lágrimas sobre o Mississipi
Octavia Spencer – A Forma da Água
Hong Chau – Pequenas Grandes Vidas

Melhor roteiro
A Forma da Água
Lady Bird: É Hora de Voar
The Post: A Guerra Secreta
Três Anúncios para um Crime
A Grande Jogada

Melhor trilha sonora
Três Anúncios para um Crime
A Forma da Água
Trama Fantasma
Dunkirk
The Post: A Guerra Secreta

Melhor canção original
Remember Me – Viva: A Vida É uma Festa
This is Me – O Rei do Show
Mighty River – Mudbound
Home – O Touro Ferdinando
The Star – A Estrela de Belém

Melhor animação
O Poderoso Chefinho
Com Amor, Van Gogh
Viva: A Vida É uma Festa
The Breadwinner
O Touro Ferdinando
 
Melhor filme estrangeiro
Uma Mulher Fantástica (Chile)
First They Killed My Father (Camboja)
Em Pedaços (Alemanha/França)
Loveless (Rússia)
The Square – A Arte da Discórdia (Suécia/Alemanha/França)

Televisão

 

Melhor série dramática
The Crown
Game of Thrones
The Handmaid’s Tale
Stranger Things
This Is Us

Melhor série cômica
Black-ish
The Marvelous Mrs. Maisel
Master of None
Will & Grace
SMILF

Melhor minissérie ou filme para TV
Big Little Lies
Fargo
Feud: Bette and Joan
The Sinner
Top of the Lake: China Girl

Ator em série dramática
Sterling K. Brown – This is Us
Freddie Highmore – The Good Doctor
Bob Odenkirk – Better Call Saul
Liev Schreiber – Ray Donovan
Jason Bateman – Ozark

Ator em série cômica
Anthony Anderson – Black-ish
Aziz Ansari – Master of None
Kevin Bacon – I Love Dick
William H. Macy – Shameless
Eric McCormack – Will and Grace

Atriz em série dramática
Elisabeth Moss – The Handmaid’s Tale
Caitriona Balfe – Outlander
Claire Foy – The Crown
Maggie Gyllenhaal – The Deuce
Katherine Langford – 13 Reasons Why

Atriz em série cômica ou musical
Pamela Adlon – Better Things
Alison Brie – Glow
Rachel Brosnahan – The Marvelous Mrs. Maisel
Issa Rae – Insecure
Frankie Shaw – SMILF

Ator em minissérie ou filme para TV
Robert De Niro – O Mago das Mentiras
Ewan McGregor – Fargo
Kyle MacLachlan – Twin Peaks
Geoffrey Rush – Genius
Jude Law – The Young Pope

Atriz em minissérie ou filme para TV
Jessica Biel, The Sinner
Nicole Kidman, Big Little Lies
Jessica Lange, Feud: Bette and Joan
Susan Sarandon, Feud: Bette and Joan
Reese Witherspoon, Big Little Lies

Ator coadjuvante em TV
David Harbour – Stranger Things
Alfred Molina – Feud
Alexander Skarsgard – Big Little Lies
David Thewlis – Fargo
Christian Slater –  Mr. Robot

Atriz coadjuvante em TV
Laura Dern – Big Little Lies
Chrissy Metz – This Is Us
Ann Dowd – The Handmaid’s Tale
Shailene Woodley – Big Little Lies
Michelle Pfeiffer – O Mago da Mentira

10.12.17

ANATOMIA DE UMA CAPA CLÁSSICA


Revista NEXT (outubro 2010)
o elenco do filme ''Bearcity'' imita o elenco de
''True Blood'' na capa da Rolling Stone



FILMES QUE VOCÊ NUNCA VIU



No momento estamos babando pelo trailer do segundo Jurassic World. Que na verdade é o quinto Jurassic Park. Depois do sucesso do filme anterior, a sequência apareceu rapidinho. Mas, entre o terceiro e o quarto, existe um limbo cheio de promessas. A franquia prometeu voltar em 2007, com Spielberg na direção. Em 2008, Michael Crichton, autor dos livros, faleceu, e aí o quarto filme foi engavetado. ''Não vamos continuar sem Crichton'' - eles disseram. Só que, em 2012, alguém disse - ''faremos o quarto filme em homenagem a ele''.
Aí surgiram esses desenhos absurdos. JURASSIC PARK 4 traria monstros híbridos, metade dinos, metade humanos.








Hoje a gente respira aliviado, a ideia não vingou. O quarto filme só foi lançado em 2015, com o título ''Jurassic World'', e o único híbrido na trama é o Indominus (feio, não curti, mas vá lá). O enredo me pegou de surpresa, alguém passou pelo meu blog em 2011 e viu minha postagem ''JP fora de controle''. Eu tava dizendo como eu faria um JP4, acho que roubaram minha ideia ...